Lucros da NOS


Reputação 6
Crachá
  • Terabyte
  • 85 comentários
É uma coisa me faz efectivamente muita confusão.

Como é que uma empresa em que os serviços e o atendimento as clientes têm vindo a piorar a olhos vistos, consegue bater o recorde de subscritores :?:?:?

Será que os Portugueses gostam de premiar quem trabalha mal :@

A Nos lucrou mais no ano passado. A empresa liderada por Miguel Almeida fechou o ano com resultados líquidos de 90,4 milhões de euros, valor suportado no crescimento do número de clientes: atingiu um recorde de subscrições.
https://eco.pt/2017/03/02/nos-mais-clientes-mais-lucros-dividendo-sobe/

7 Comentários

Reputação 4
A Nos tem lucros fabulosos,mas tem mto cliente insatisfeito,o router ja antiquado qdo as outras operadoras disponibilizam a seus clientes,router dual band,um apoio tecnico que deixa mto a desejar,pelo menos no meu caso,fazem contratos e depois nao os respeitam,so o cliente e obrigado a respeitar a fidelizacao,e gastam milhoes no futebok,em vez de se preocuparem em dar qualidade ao cliente,pq a melhor publicidade e o cliente satisfeito
Reputação 6
Crachá
Até que enfim que a Anacom faz alguma coisa...

A Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) começou por aplicar à NOS uma coima única no valor de 26.500 euros, em julho de 2016, em cúmulo jurídico, por práticas desleais, decisão da qual a operadora recorreu para o Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão, que em dezembro de 2016, deu provimento parcial ao recurso.

A NOS foi assim condenada a pagar uma coima única no valor de 21 mil, "por ter violado nove vezes o disposto", relativo à prestação de falsas informações aos consumidores, e "por três vezes o disposto" inerente à coação a três consumidores.

A Anacom diz ter ficado provado que vendedores porta-a-porta de serviços comercializados pela NOS, e agindo por sua conta, abordaram, nas respetivas residências, três inquilinas de bairros sociais do Porto geridos pela empresa Domus Social, tendo-lhes referido, em dois casos, que deveriam assinar os formulários de adesão ao serviço de televisão da NOS que lhes apresentaram.

Os vendedores alegaram que as residentes teriam assim "as suas situações legalizadas no bairro", caso contrário estariam sob pena de despejo se não assinassem.

Num outro caso, os vendedores afirmaram que se encontravam a fiscalizar a existência de eventuais ligações clandestinas à rede da NOS e que, dado existir uma parceria entre a NOS e a Domus Social, a residente teria de assinar o formulário de adesão a serviços NOS que lhe foi apresentado, sob pena de lhe ser desligado o serviço de televisão.

Por outro lado, lê-se ainda que os operadores de 'call center' da NOS - "agindo em seu nome e por sua conta" - prestaram a três clientes, quando estes pediram alterações às ofertas que possuíam, "informações falsas sobre a não-alteração do período de fidelização decorrente dessas solicitações, vindo, em momento posterior, os formulários de adesão às oferta indicar um período de fidelização".

Ficou também provado que os operadores de loja e de 'call center' da arguida, uma vez mais agindo em seu nome e por sua conta, prestaram a dois clientes, quando estes manifestaram intenção de denúncia contratual, "informações falsas sobre a existência de períodos de fidelização em curso, que não se verificavam em virtude de os clientes não terem assinado qualquer formulário de adesão das oferta propostas anteriormente por 'call center', nem enviado os seus consentimentos escritos" à NOS.

A NOS "prestou ainda por escrito a uma cliente uma informação falsa" sobre a exigência de penalização por incumprimento de período de fidelização decorrente de adesão a proposta feita, através de venda porta-a-porta, de serviço que foi rescindido dentro do prazo de livre resolução, de 14 dias.

https://www.noticiasaominuto.com/economia/755763/nos-condenada-a-pagar-21-mil-euros-por-praticas-desleais
Soma e segue.

NOS: Multa de 158 650 euros por questões de portabilidade.

De acordo com dados recentes, a operadora NOS atingiu um lucro de 90,4 milhões em 2016. Em termos de receita o crescimento foi de 4,9%, o que corresponde a 1,52 milhões. No entanto a empresa não se tem livrado de algumas multas que têm sido aplicadas pela ANACOM.

A ANACOM aplicou recentemente uma coima à NOS pela prática de ilícitos relacionados com a portabilidade.

Depois de ter sido obrigada a pagar uma multa de 21 000 euros por práticas comerciais enganosas, a NOS tem agora outra coima para aplicada. De acordo com a informação disponibilizada no site da ANACOM, a operadora “A 26 de janeiro de 2017, foi aplicada à NOS – Comunicações (NOS) uma coima única no valor de 158 650 euros e uma pena de admoestação por se ter provado a prática infrações ao disposto em normas do Regulamento de Portabilidade, relativas:

-A 8 pedidos de portabilidade que aceitou ou rejeitou indevidamente, enquanto prestador doador e 19 pedidos de portabilidade que apresentou indevidamente, enquanto prestador recetor;
-Ao não pagamento a 31 assinantes das compensações previstas no n.º 4 do artigo 26.º do Regulamento da Portabilidade;
-À não submissão junto da Entidade de Referência dos processos de retorno ao prestador doador de 11 números.”

Foi ainda determinado à arguida o pagamento das compensações devidas e não pagas a 31 assinantes, no prazo de 20 dias úteis a contar da notificação que receberá para o efeito assim que a decisão se torne definitiva ou transite em julgado, sob pena de aplicação de uma sanção pecuniária compulsória.

Notificada da decisão e não se conformando, a NOS interpôs recurso de impugnação daquela decisão condenatória para o Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão.

via ANACOM: https://www.anacom.pt/render.jsp?contentId=1406131

Fonte: https://pplware.sapo.pt/informacao/nos-multa-158-650-euros-questoes-portabilidade/
Mas as outras operadoras também nao se ficam a rir.

Anacom aplica coimas à MEO e Vodafone

A Anacom aplicou coimas de 5.500 euros e de 7.250 euros à MEO e à Vodafone, respetivamente, por contraordenações e violação da lei nos serviços prestados por centros de atendimento telefónico, tendo ambas recorrido da decisão.

Notificada da decisão e não se conformando a mesma, as duas operadoras interpuseram recurso para o Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão, diz a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), na página da Internet.

A Vodafone Portugal foi ainda visada em outro processo, em que lhe foi aplicada uma coima de 5.000 euros, por ter suspendido "parcialmente o serviço prestado a um cliente não consumidor, por falta de pagamento, sem o ter advertido com a antecedência fixada" na lei.

Além desta coima, a Anacom aplicou ainda admoestações à ANA - Aeroportos de Portugal, à Claranet Portugal - Telecomunicações, à VOIP - IT e à Signalhorn Trusted Networks GmbH pela prática de um ilícito de mera ordenação social.

As duas primeiras por se terem atrasado no envio da declaração, relativa ao volume de negócios em 2014, que permite apurar o volume de negócios tido como elegível para o cálculo da contribuição extraordinária para o fundo de compensação do serviço universal de comunicações eletrónicas".

Já a VOIP não enviou informação relativa aos proveitos relevantes obtidos no ano de 2012 e ao volume de negócios obtido em 2013, também elegível para o cálculo daquela contribuição extraordinária, pelo que, além da admoestação, esta empresa foi também alvo de uma coima no valor de 1.000 euros.

Já a Signalhorn Trusted Networks GmbH violou a obrigação de envio ao regulador da informação relativa ao volume de negócios obtido em 2013.

A Anacom aplicou duas outras admoestações às empresas, empresa PDM&FC - Projeto, Desenvolvimento, Manutenção, Formação e Consultoria e a Take Signal, por violação da obrigação de prestar todas as informações relacionadas com a sua atividade, designadamente, se estavam, ou não, sujeitas à taxa municipal de direitos de passagem.

Em matéria de infraestruturas de telecomunicações em edifícios, o regulador também aplicou à Nos Madeira uma pena de admoestação pela prática de um ilícito de mera ordenação social.

Fonte: http://www.jn.pt/economia/interior/anacom-aplica-coimas-a-meo-e-vodafone-5717841.html
Reputação 5
Crachá +1
Após ler e re-ler o tópico, não consigo entender o porquê do mesmo...

É para discussão, é para reclamação?
O motivo da sua insatisfação pode ser resolvido de várias formas. Publicar tópicos do género não é uma delas.

Aconselho a contactar directamente a NOS pelas linhas de Apoio a Cliente.
Reputação 6
Crachá
Caro Martinho,

Pois, eu não percebo a suas "dores", para estar tão preocupado com este tópico. Se não tem qualquer problema com os serviços da NOS e para si esta é uma empresa maravilhosa, não entendo as preocupações em relação ao mesmo.

A minha insatisfação já foi resolvida no final do ano passado com a mudança para uma empresa que me trata correctamente e presta os serviços contratados, ao contrário do que acontecia com a NOS.
http://forum.nos.pt/sou-novo-na-nos-17/deficiencia-de-servicos-faturacao-ativacao-portabilidade-1656/index1.html#post6837

Por fim, volto a repetir, só me faz confusão como é que uma empresa que trata tão mal os seus clientes, quer a nível de atendimento, quer a nível de serviços, continua a aumentar o número de assinantes, mas seguramente será um problema meu 😃
Reputação 5
Crachá +1
Por fim, volto a repetir, só me faz confusão como é que uma empresa que trata tão mal os seus clientes, quer a nível de atendimento, quer a nível de serviços, continua a aumentar o número de assinantes, mas seguramente será um problema meu :D

Seguramente se as estatisticas falam por si, é.

Mas fico contente em saber que vem mostrar o seu descontentamento. É para isso que o fórum serve apesar de tudo.

Comentário