Operadoras vão oferecer comunicações a profissionais de saúde


Operadoras vão oferecer chamadas, mensagens e dados móveis a profissionais de saúde

Gabinete de Resposta Digital, Ministério da Saúde, e operadoras de telecomunicações, acordaram a atribuição de benefícios a profissionais do SNS.

O Gabinete de Resposta Digital, o Ministério da Saúde, e as operadoras de telecomunicações, acordaram hoje a atribuição de benefícios a profissionais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) envolvidos no combate à pandemia da covid-19, avançou hoje o Governo.

"O acordo surge depois de o Gabinete de Resposta Digital à covid-19, coordenado pelo Ministério da Economia e da Transição Digital, ter solicitado o apoio dos operadores de telecomunicações para encontrar soluções urgentes, que salvaguardem os consumos de comunicações eletrónicas por parte dos profissionais de saúde do SNS", lê-se num comunicado divulgado pelo gabinete tutelado por Pedro Siza Vieira.

 

As operadoras Altice, NOS, Nowo e Vodafone assinaram este acordo de colaboração, que oferece aos profissionais de saúde, identificados pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), um 'plafond' extra de 10 mil minutos de voz para redes fixas e móveis nacionais, 10 mil mensagens escritas (SMS) para redes móveis nacionais, e 10 gigabytes (GB) de dados de internet.

 

Fonte: https://www.cmjornal.pt/sociedade/detalhe/operadoras-vao-oferecer-chamadas-mensagens-e-dados-moveis-a-profissionais-de-saude?ref=HP_OutrasNoticias2


1 Comentário

Bom dia,
Concordo com este acordo efetuado com as operadoras, contudo penso ter ficado esquecido a franja da sociedade muito necessitada desta medida . os nossos doentes que se encontram internados.
Vou falar da minha situação, mas certamente que se estende a centenas de famílias. 
Tenho a minha mulher internada há quase 17 meses (vitima de um brutal atropelamento e um grave TCE), sendo que a visitava diariamente e já vinha passar os fins de semana a casa. Do ponto de vista cognitivo, este seria um contributo extremamente importante para a sua recuperação e reposição de níveis motivacionais para a melhor abordagem ao plano de recuperação físico e cognitivo.
Desde o início de Março que as visitas de familiares aos hospitais estão proibidas, estando totalmente de acordo com estas medidas para maior segurança de todos nesta altura de pandemia. 
Contudo a única forma que tenho de minorar o impacto negativo desta restrição é através das chamadas de vídeo pelo WhatsApp ou pelo Mensenger. 
Acontece contudo que esta metodologia implica um consumo grande de dados e no ultimo mês já tive que renegociar 2 vezes o contrato que tenho com a minha operadora, implicando custos acrescidos. Vou ter que o voltar a fazer, pois ainda não é suficiente. Só não o fiz ainda porque houve um bónus de 10 Gb.
Seria muito importante estenderem também este pacote adicional de dados aos doentes que se encontram internados, enquanto durar este período de restrição.
Reitero portanto a extrema importância desta sugestão/medida, pois tem um contributo fundamental para minorar o impacto negativo que esta "clausura" tem nos doentes internados (com maior relevância nos doentes que possuem dificuldades cognitivas), com a possibilidade de podermos criar um impacto virtual de relacionamento físico, com a utilização de imagem e som nas comunicações .
Aguardo uma rápida extensão a este pacote adicional para os doentes que se encontrem nestas situações.

Comentário