Aumento de preços dos serviços a 1 de janeiro de 2019


Reputação 5
Crachá +1
A 1 de janeiro de 2019, os preços dos serviços serão atualizados, conforme previsto na cláusula 5.3. das condições de serviço, em 1,4%, o que corresponde à última taxa de inflação anual (taxa de variação média do IPC – Índice de Preços no Consumidor) publicada pelo INE – Instituto Nacional de Estatística (disponível em nos.pt/INE). Consulte aqui o detalhe. Isto dá direito a cessação de contrato? Para ver qual o aumento dos vossos pacotes fica aqui o link nos.pt/tlv

144 Comentários

Aderi ao serviço em Lisboa, entretanto, tive que me mudar para o Porto em Setembro por questões de trabalho.
Ainda não tenho residência fixa no Porto, por isso não consigo concluir a transferência de residência para o Porto. Já que não posso cancelar o contrato nem pedir que desativem o serviço por um período, estou pagando um serviço que não está sendo utilizado.
Estou cumprindo com a minha parte no contrato. Estou com todo equipamento da NOS embalado, porque não aceitam o equipamento.
E para a minha surpresa no mês de Fevereiro aumentaram o valor da fatura do meu serviço de que aliás conforme o contrato é um valor fixo 32,99 para 33,44 e agora em Março aumentaram de novo para 33,89.
Alguém pode me explicar o que se passa?
Além do que me faz pensar que se passa de mais um burla da NOS.
Que não aceita nenhum acordo, obriga o pagamento de um serviço não utilizado, não desativa o serviço e ainda aumenta o valor da fatura.
Aguardo uma resposta sem ter que pagar quase 50,00 euros de chamada a linha de roubo ao cliente, ups!!! Apoio ao Cliente
Reputação 7
Crachá +2
A mensalidade aumentou em janeiro, o que justifica a mudança para os 33,44. Mas o outro aumento é estranho.

Já viste na fatura com os 33,89? Deve ter lá a explicação.
Só não entendo a parte da fidelização que temos que cumprir, onde uma das cláusulas é a alteração das condições contratuais, ou seja, com base nessa premissa posso cancelar o meu contrato, pois não foi esse o valor acordado entre ambas as partes, para haver um aumento tem que celebrar um novo contrato.

Muito obrigada pela ajuda, já tenho uma base com argumento bem plausível para acabar com a NOS de uma vez.
Reputação 7
Crachá +6
Bem-vinda ao Fórum NOS @Erica Cardoso 🙂

Queremos ajudá-la.

A 1 de janeiro de 2019, os preços dos serviços foram actualizados em 1,4%, que corresponde à última taxa de inflação anual (taxa de variação média do Índice de Preços no Consumidor) publicada pelo INE e disponível aqui.

Esta actualização está prevista, na cláusula 5.3 das condições gerais de serviço, aplicando-se a contratações ou alterações de serviço após agosto de 2016.

A NOS informou todos os clientes através da factura emitida em outubro/novembro de 2018.

O que diz respeito ao valor €33.89, sugerimos que consulte o detalhe da factura corrente. 😃
Queria mesmo ser ajudada, o contrato nao é seguido de dorma igualitária, seguindo esse raciocínio bastava eu informar a NOS com 4 meses de antecedência a mudança da morada e a NOS deveria aceitar o encerramento do contrato sem questionar, assim como tenho que aceitar o aumento, sem questionar.
O que é inconstitucional, se exige fidelidade tem que se cumprir até o fim do contrato. Isso seria a fidelidade que a NOS deveria ter que cumprir.
O termo fidelidade tem que ser garantido por ambas as partas, estou a cumprir a minha parte ao pagar o serviço mesmo sem o utilizar e não aceito o aumento do valor da mensalidade durante o prazo de fidelidade do contrato, ou seja, a fidelidade tem que ser só a minha.
Tem que ser os 2 anos de contrato o mesmo valor, isso seria a fidelidade que a NOS tem a cumprir.
Se a NOS não cumpri a fidelidade, não sou obrigada a ser fiel, ou será que isso não está claro para a NOS?
Qual seria a vantagem do consumidor em ter fidelidade com um serviço?
Reputação 1
Será sério a NOS tratar os clientes de forma discriminatória?
Reputação 1
Gostaria de saber porque é que a NOS trata de forma diferente clientes com o mesmo pacote de televisão
Reputação 7
Crachá +6
Bem-vindo ao Fórum NOS @Armando Rodrigues Tavares 🙂

Queremos ajudá-lo.

Para isso, pedimos que nos diga detalhadamente a situação, por favor.
Reputação 1
É simples. Sou vosso cliente CXXXXXXXXX, estou fidelizado e pagava 49,99 €. A NOS decidiu aumentar a 1/01/2019 tendo por base a taxa de inflação. É meu entendimento que a fidelização tem funcionar para os dois lados. Isto é, se eu estou fidelizado à NOS, a NOS tem que estar fidelizada a mim, com o pacote contratado, incluindo o preço. Já reclamei várias vezes e a NOS não me dá razão. É curioso que existam clientes com o mesmo pacote que o meu, que reclamaram e foi-lhes feito um crédito do aumento por toda a vigência da fidelização (tenho essas facturas). Porquê este tratamento discriminatório? é por eles serem brancos?
Reputação 7
Crachá +6
Olá @Armando Rodrigues Tavares 🙂

Para o ajudarmos a proteger os seus dados editámos o seu post. Pedimos que não os partilhe publicamente. Veja as boas práticas do aqui.

Confirmamos que a 1 de janeiro de 2019, os preços dos serviços foram actualizados em 1,4%, que corresponde à última taxa de inflação anual (taxa de variação média do Índice de Preços no Consumidor) publicada pelo INE e disponível em nos.pt/INE.
Esta actualização está prevista, na cláusula 5.3 das condições gerais de serviço, aplicando-se a contratações ou alterações de serviço após agosto de 2016.

O assunto que referiu, já tem um tópico onde o tema é debatido e esclarecido por vários utilizadores. Assim, para que a consulta de informação fique mais fácil para toda a comunidade, movemos os comentários.
Reputação 1
Mas continuam sem responder à pergunta principal: porque é que a uns fazem um crédito no valor do aumento vezes o tempo de permanência e os outros são completamente ostracizados e respondem apenas com o copy past?
Gostava de saber porque a razão de minha fatura aumentar de preço porque me foi esclarecido que o preço de fatura durante o 24 meses se manteria o mesmo que foi feito o contrato .
Espero uma resposta obrigado
Reputação 7
Crachá +6
Bem-vindo ao Fórum NOS, @J.M.R.

Movemos o seu comentário para uma publicação mais antiga, onde pode encontrar resposta à sua questão.
Boa tarde,

revi as condições do meu contrato em Outubro, como é possivel passado apenas 2 meses ter uma atualização sobre esse valor?
Reputação 7
Crachá +5
Boa tarde,

revi as condições do meu contrato em Outubro, como é possivel passado apenas 2 meses ter uma atualização sobre esse valor?
Boa tarde, transcrevo a resposta dada pelo moderador a essa mesma questão; A 1 de janeiro de 2019, os preços dos serviços foram actualizados em 1,4%, que corresponde à última taxa de inflação anual (taxa de variação média do Índice de Preços no Consumidor) publicada pelo INE e disponível aqui.

Esta actualização está prevista, na cláusula 5.3 das condições gerais de serviço, aplicando-se a contratações ou alterações de serviço após agosto de 2016.

A NOS informou todos os clientes através da factura emitida em outubro/novembro de 2018.
Boa tarde,

revi as condições do meu contrato em Outubro, como é possivel passado apenas 2 meses ter uma atualização sobre esse valor?
Boa tarde, transcrevo a resposta dada pelo moderador a essa mesma questão; A 1 de janeiro de 2019, os preços dos serviços foram actualizados em 1,4%, que corresponde à última taxa de inflação anual (taxa de variação média do Índice de Preços no Consumidor) publicada pelo INE e disponível aqui.

Esta actualização está prevista, na cláusula 5.3 das condições gerais de serviço, aplicando-se a contratações ou alterações de serviço após agosto de 2016.

A NOS informou todos os clientes através da factura emitida em outubro/novembro de 2018.


Então mas se o contrato foi feito 1 mês antes da atualização de que vale?
Reputação 7
Crachá +5
@ANAAS1 Tem razão ao manifestar descontentamento, o meu tarifário sofreu o mesmo aumento, mas, há 2 ou 3 anos atrás eu acabei de renegociar o meu contrato por um valor e inesperadamente tive dois meses depois tive um aumento de €2.00. Reclamei com veemência, não serviu de nada.
Sou cliente desde 2015 e sem qualquer motivo de queixa da NOS.

Apercebi-me agora do aumento que me impuseram por via da cláusula que permite alterações de preço indexados à taxa da inflação aplicado no meu tarifário desde 01/2019 e que eu até tinha sido notificado para tal (nem reparei).

Têm toda a legitimidade legal para o fazer e eu agora tenho toda a legitimidade de escolha para procurar outra operadora no final do período de fidelização. Estava naturalmente disposto a renovar os meus serviços de telecomunicações com a NOS e já não o vou fazer, acho este comportamento abusivo e pouco leal.

O meu contrato termina dentro de 5 meses (em Novembro de 2019) e procurarei soluções na concorrência.

Comentário