Header
Destaque

Como falar com a NOS a partir do estrangeiro



Mostre a primeira mensagem

108 Comentários

Efetuei o cancelamento do pacote de serviços em outubro de 2016, e tenho recebido e-mails de cobrança. Como cancelei a conta, não tenho acesso a área do cliente para saber a razão destas cobranças. Não estou em Portugal e não posso solicitar atendimento presencial.

Como devo proceder?
Boa noite.

Sou cliente NOS e de momento encontro-me a viver na Suécia. Nos primeiros meses da minha estadia não tive qualquer problema com o Roaming, apanhava rede sem qualquer problema. Mais recentemente, deixei de apanhar rede, sem qualquer explicação possível para tal ter acontecido. Já experimentei tudo e mais alguma coisa desde reiniciar o telemóvel, repor definições, etc. No mês de Janeiro de 2017, visto encontrar-me em Portugal, liguei para a linha de apoio ao Cliente da NOS e expliquei o problema, sendo que já tinha ido a um balcão NOS e não me conseguiram ajudar. Após falar com vários assistentes e nenhum deles arranjar uma justificação plausível para o meu problema, recomendaram-me que falasse com as várias operadoras na Suécia para perceber qual delas tinha acordo com a NOS. Após tê-lo feito, as operadoras Suecas recomendaram que eu falasse com a minha operadora Portuguesa pois não havia nada que eles pudessem fazer relativamente a esta questão pois o problema residia na operadora Portuguesa. Basicamente cada uma das operadoras me manda resolver o assunto com a outra..

Estou incontactável, impedida de realizar chamadas, nem sequer posso realizar transferências bancárias via internet pois não consigo receber as mensagens de confirmação do código que o banco envia para o telemóvel.

Ligar para a NOS neste momento é impossível para mim, quer seja por não ter rede ou pelo preço exorbitante da chamada..

Alguém me consegue ajudar com este problema? Não volto a Portugal tão cedo e esta situação é muito chata.





Obrigada
Reputação 4
Crachá
pep,



Para questões técnica ainda não existe nenhuma opção disponível, como pôde confirmar. É realmante possível e muito útil enviar-mos um email através da área de cliente, mas só para os assuntos que enumerou.



Como está no estrangeiro, existem 2 nuúmeros disponiveis:

+351 929 001 799 na rede móvel

+351 929 001 699 na rede fixa



Não sei qual fica mais barato ligar...
Para esclarecimentos ou informações adicionais sobre os produtos e serviços de pacotes e televisão NOS (como o NOS Cinco ou o NOS Quatro).



A partir do estrangeiro:



+351 929 001 799 na rede móvel

+351 929 001 699 na rede fixa
Sou cliente NOS e encontro - me no estrangeiro. Gostaria de saber se existe algum número para onde possa ligar e esclarecer uma questão que tenho em relação ao meu pacote. Obrigado
Obrigado João F,



O meu pedido tem a ver com televisão. Já tinha visto as opções que oferecem para enviar um email. Nas instruções que descreve as opções para escolher um tema são as seguintes:



Alteração de Dados de Conta

Cartão NOS

Cartão SIM

Cessação Contratual

Faturas e Pagamentos



Qual devo escolher ? Com as opções propostas a mais próxima é a Cessação Contratual :(



Pedro Pereira
Reputação 6
Crachá +2
Olá, Pedro Pereira. Bem-vindo ao Fórum NOS.



Lamentamos ter tido essa experiência. Agradecemos o seu comentário e a sua excelente sugestão.



Na Área de Cliente é possível enviar-nos um email. Para isso, só tem que seguir os seguintes passos:


  1. clicar em "Envie-nos um e-mail" e "Criar e-mail"
  2. escolher o tema sobre o qual pretende falar
  3. clicar em "Criar e-mail"
  4. escrever o conteúdo do e-mail e clicar onde diz "Enviar o e-mail"
Exmos Senhores,



Venho por este meio mostrar a decepção pelo vosso serviço de televisão satélite na sequência da sua inactivação por motivo desconhecido.

Tendo ficado privado do serviço no dia 31 de Janeiro de 2016 à noite, esperei pelo seu restabelecimento admitindo um problema técnico temporário.

Como o corte se mantinha hoje de manhã dia 2 de Fevereiro, contactei os vossos serviços técnicos que admitiram não saber a causa do problema mas prontificaram-se a restabelecer a situação.

Já de tarde constatei que os Canais TVCine & Séries não tinham sido activados pelo que tive que novamente contactar telefonicamente os vossos serviços.



Estando a viver na Bélgica e sendo vosso cliente há muitos anos, devo informar-vos que a forma de contactar os vossos serviços técnicos tem diminuído de qualidade no tempo de resposta e na comodidade para o cliente. Tendo 2 boxes na Bélgica e uma em Portugal, tenho transferido o pacote SportTV da Box em Bélgica para a de Portugal, sempre que aí passo mais de uma semana de férias.

No inicio, ainda com a Netcabo, fazia-o através de um simples email que era atendido num prazo razoável. Depois passei a fazê-lo com sucesso através da vossa aplicação. Inexplicavelmente, desde o verão de 2016, esse método não funciona e os vossos técnicos não sabem dizer o motivo nem sabem repor a situação. Neste momento o registo do serviço subscrito foi apagado e a sua reintrodução não funciona. Desta forma tenho que fazer o contacto através de telefone (custos de uma chamada Internacional) que nunca dura menos de 15 minutos, quando bastariam 30 segundos para formular o pedido, desligar e esperar pela acção do técnico.

O mesmo se passou com os dois contactos que tive de fazer hoje.



Em resumo tenho 3 queixas:



1. A desactivação do serviço sem razão aparente (resolvido)

2. A aplicação NOS área de cliente não funciona como suposto porque não deixa registar o serviço, nem deixava fazer a transferência de pacotes entre Boxes (em aberto).

3. Os contactos com os vossos serviços técnicos ficam muito caros e a resposta é muito lenta.



Sugestão:



Para questões que não exijam uma resposta imediata dos vossos técnicos, deveria ser reposta a caixa de correio electrónico onde se pudessem fazer os pedidos menos urgentes.

Certamente que seria do agrado dos vossos clientes e facilitaria a tarefa dos vossos técnicos.



Esperando que tenham em boa consideração a sugestão apresentada e resolvam o problema da aplicação, apresento os meus melhores cumprimentos,



Pedro Pereira

Comentário