Destaque

Glossário Fórum NOS de A a Z


Reputação 7
Crachá +2


E porque no Fórum NOS estamos sempre atentos às vossas sugestões, juntámos uma lista, com algumas definições das expressões, siglas e palavras mais utilizadas, e que podem ser úteis quando usam os serviços NOS. 🆒

Assim esperamos ajudar na procura de informação, assim como no esclarecimento das dúvidas que possam surgir entre os utilizadores do Fórum. 🙂

Saibam tudo, de A a Z:

A


Analógico - Sinal eletromagnético contínuo utilizado para veicular dados, sons e imagens, e no qual assenta a transmissão do atual serviço de radiodifusão televisiva terrestre.
APN (“Access Point Name”) - Plataforma que permite estabelecer a ligação com as operadoras e aceder aos serviços (internet, MMS, rede).
App, aplicação ou aplicativo (“aplication") - É um programa de computador, telemóvel ou tablet.

B


BIT/S (bps) - Unidade de medida da velocidade de transmissão binária. É usual a utilização de múltiplos, tais como KBits/s e MBits/s.
Box – equipamento que permite ver televisão e aceder a conteúdos interativos.
Browser - Programa de software, instalado em computadores pessoais, usado para consultar, procurar e visualizar informações em sites ligados à Internet.
Byte (“Binary Term”) - Conjunto de bits que representam um único caracter. Cada byte possui oito bits.

C


CATV ("Community Antenna Television")- sistema de transmissão de conteúdos de televisão ou rádio através de cabo coaxial.
Cabo Coaxial - é um tipo de cabo condutor utilizado para transmitir sinais, formado por várias camadas de condutores e isolantes. É um cabo muito utilizado para distintos propósitos, incluindo as telecomunicações, como a Televisão e Internet.

D


DECT (Digital Enhanced Cordless Telecommunications) - é um padrão utilizado pelos telefones sem fios, baseado no uso de energia de ondas de radiofrequência.
Default Gateway - permite que um dispositivo numa rede comunique com equipamentos noutra. Pode ser considerado um intermediário entre a rede local e a internet.
DHCP (“Dynamic Host Configuration Protocol”) - Protocolo de Configuração Dinâmica de Endereços de Rede. Através do DHCP é possível fazer uma configuração automática e dinâmica de computadores que estejam ligados a uma rede TCP/IP.
DMZ (Demilitarized zone) - num router é um host na rede interna que tem todas as suas portas TCP e UDP abertas e expostas, exceto as portas encaminhadas.
DNS (“Domain Name System”) - Sistema que efetua a correspondência entre nomes de computadores e endereços IP, inteligíveis para os equipamentos informáticos ligados em rede na Internet. Os servidores DNS são os responsáveis por localizar e traduzir para IP os links dos sites, sendo que existem DNS Dinâmicos, capazes de atualizar automaticamente.
DOCSIS (“Data Over Cable Service Interface Specification”) - é um padrão internacional para transmissão de dados por uma rede de cabos coaxiais. É utilizado para fornecer o acesso à Internet numa infraestrutura de rede HFC.
Domínio (“Domain”) - Rede ou parte de rede informática em que todos os computadores são controlados por uma mesma máquina. Por exemplo, o endereço web da NOS é www.nos.pt, o domínio é "pt" que o identifica como sendo um endereço que pertence ao domínio português.
Download - Processo de receber, no computador, dados (por exemplo, um ficheiro com uma imagem ou um programa) de um computador, geralmente um servidor.
DSL (xDSL) (“Digital Subscriber Line”) – Conjunto de tecnologias de linha digital, denominadas DSL, ou xDSL, com capacidade de transformar linhas de cobre em linhas digitais de alta velocidade e suportar serviços avançados de maior largura de banda, como acesso rápido à Internet e vídeo-on-demand.
Dual Band - Permite a utilização das redes GSM 900 e GSM 1800. A comutação entre as duas redes é feita automaticamente quando uma das redes está saturada ou não tem cobertura.
DVB ("Digital Video Broadcasting") - tecnologia que permite a transmissão de televisão digital. Existem várias derivações desta tecnologia, por exemplo DVB-C ("Digital Video Broadcasting - Cable"), DVB-S ("Digital Video Broadcasting — Satellite) e DVB-T ("Digital Video Broadcasting — Terrestrial").
DVR (“Digital Video Recorder”) – Sistema de gravação de vídeo que permite gravar os programas e reproduzi-los, depois, a qualquer momento.

E


Ethernet – As redes Ethernet usam, normalmente, cabos coaxiais que interligam vários computadores. Cada um acede à rede, em concorrência com os outros, onde depois são aplicadas regras designam qual o computador que deve transmitir informação num determinado instante.
Extender - dispositivo que expande o sinal de Wi-Fi.

F


Fast Ethernet – cabo de rede padrão que transfere dados em taxas até 100 Mbs.
Fibra – Fabricada a partir de vidro ou plástico, a fibra ótica é flexível e é utilizada como condutora com alto rendimento de luz, imagens ou impulsos codificados. Por não sofrer interferências eletromagnéticas, tem uma grande importância em sistemas de comunicação de dados.
Fibra escura – infraestrutura, semelhante a fibra ótica, instalada que não é utilizada e por isso não emite sinais óticos.
Firewall – Proteção com base em software utilizado em redes de dados, contra o acesso externo de utilizadores não autorizados.
FTP (“File Transfer Protocol”) - Protocolo de rede usado para transferir arquivos entre computadores, numa arquitetura cliente-servidor.
FTTH (“Fiber To The Home”) - É uma tecnologia de interligação de residências através de fibra ótica para o fornecimento de serviços de TV digital, Radio Digital, acesso à Internet e telefone.

G


Gb (Gigabit) - Unidade de medida de quantidade de informação digital.
GPRS (“General Packet Radio Service”) - Evolução do sistema GSM, baseado na troca de pacotes, que permite velocidades de transmissão até 115 Kbps.
GSM (“Global Standard for Mobile Communications”) - Padrão utilizado em sistemas digitais de comunicações móveis 2G.

H


HD (“High Definition”) - Alta definição é o termo usado para caraterizar tecnologia que possibilita alta resolução de imagem para vídeo.
HDMI (“High Definition Multimedia Interface”) - Este cabo é usado para conectar conversores HDMI a HDTVs e permite que informações de áudio e vídeo passem do conversor para a HDTV sem haver perda de dados.
HFC (“Hybrid Fiber Coaxial”) - Infraestrutura da rede, partilhada por segmentos de rede coaxial e fibra.
HTTP (“Hyper-Text Transport Protocol”) - Protocolo de rede utilizado para movimentar ficheiros de hipertexto na World Wide Web.
HTTPS (“Hyper Text Transfer Protocol Secure”) - É uma implementação do protocolo HTTP sobre uma camada adicional de segurança que permite que os dados sejam transmitidos por meio de uma conexão criptografada, depois de verificada a autenticidade do servidor e do cliente por meio de certificados digitais.
HUB – Tem a função de interligar vários computadores numa rede, permitindo a ligação de vários equipamentos num ponto de rede único, ao mesmo tempo que distribui informações e conexões.

I


IP (“Internet Protocol”) - Responsável pela identificação das máquinas e redes e encaminhamento correto das mensagens entre elas.
IPTV (“Internet Protocol Television”) - tecnologia de transmissão de sinais televisivos para aparelhos de televisão digitai, tem como meio de transporte de seu conteúdo o protocolo de internet
Iris – Serviço pioneiro da NOS, na experiência interativa e é líder de mercado. A materialização do conceito de TV "anytime, anywhere".
ITED (Instalações de Telecomunicações em Edifícios) - É o regime de projeto e instalação das infraestruturas de telecomunicações em edifícios e respetivas ligações às redes públicas de telecomunicações.

L


Lag (Latência) - Tempo que um pacote de dados leva a partir de um computador local até ao seu destino.
LAN (“Local Area Network”) - Rede local de comunicações de dados em ambiente delimitado que permite a interligação de um grupo de computadores.
LNB (“Low-noise block converter”) - é um equipamento utilizado na receção de sinais de satélites. O LNB capta o sinal e faz uma redução da frequência para ser injetado no cabo coaxial que está ligado ao recetor.
LTE (“Long Term Evolution”) - LTE é uma tecnologia 4G de banda larga para dispositivos móveis.

M


MAC Adress (Media Access Control) - é um endereço físico e único que liga um equipamento à rede.
Mbps (Megabit por segundo) - Unidade de medida de velocidade de transmissão da informação digital.
MIMO (“Multiple-input and multiple-output”) - é uma forma de transmissão através de várias antenas de transmissão e receção no router. Uma das variantes desta tecnologia é o MU-MIMO, que permite ao router manter 4 ligações com outros equipamentos.
MMS (“Multimedia Messaging Service”) - Sistema de mensagens para dispositivos móveis que possibilita o envio de conteúdo multimédia (imagem, áudio, vídeo). Possível em GPRS, 3G e 4G.
Modem – equipamento utilizado na conexão à internet que faz a modulação de um sinal digital numa onda analógica transmitida por uma linha telefónica e que, por sua vez, transforma o sinal analógico em digital.
Multiroom - serviço que permite ao cliente ver vários canais em todas as divisões da sua casa, sem ser necessário ter uma box em todos os espaços.

N


NPVR (“Network Personal Video Recorder”) - é o uso do armazenamento de conteúdos e da tecnologia de streaming que permite que os espectadores controlem o tempo, o método e a visualização do programa.
Normas Wi-Fi (B, G, N e AC) - regra que define os padrões de transmissão e codificação da rede Wi-Fi. Para saber mais sobre este tema, clique aqui.

O


OLT (“Optical Line Terminal ou Termination”) – o terminal de linha ótica é um dispositivo de hardware do endpoint de uma rede ótica passiva, gere o sistema e apresenta uma interface de conexão à rede.
ONT (“Optical Network Terminal”) - é o equipamento no qual termina a ligação de Fibra que vem da rua e onde começa a sua ligação privada de casa.

P


Package/pacote – Limite de bits possível ser transmitido por uma rede de comunicações de troca por pacotes.
Packet Loss – É o que ocorre quando um ou mais pacotes que navegam numa rede de computadores falham em alcançar o destinatário, sendo um dos erros previstos na transmissão de dados.
PD (Ponto de distribuição) - É o ponto de separação entre a rede de distribuição e a rede intermédia ou a rede de cabos de edifícios, quando não existe a rede intermédia.
Ping (“Packet InterNet Groper”) – Permite saber se um determinado equipamento remoto está acessível, assim como dá informação sobre o próprio estado da rede (ex. latência, congestionamento, etc).
PLC (“Power Line Communication”) - tecnologia que utiliza a infraestrutura física mais disseminada no mundo: a rede de energia elétrica. Muito útil na passagem de rede/internet para outros pisos da casa.
Port Forwarding - Significa permitir que o tráfego de entrada chegue a uma determinada aplicação ou serviço em execução, instalada num dispositivo, seja ele um tablet ou computador.
Port/Porta/Porto - Interface física de entrada/saída de um equipamento informático.
POTS (Plain Old Telephone System) - são ligações telefónicas por discagem estabelecidas com a rede pública.
Protocolo (PPP/SMTP/TCP/TCP-IP) - Conjunto de regras que define a forma como dois sistemas comunicam entre si.
PUR (Política de Utilização Responsável) - No caso de se verificar uma utilização individual excessiva, face à média de utilização efetuada pelos restantes clientes, poderão ser aplicadas medidas restritivas na utilização do serviço, evitando desta forma a degradação da qualidade de serviço ou a integridade da própria rede.
PVR (“Personal Video Recorder”) - é um dispositivo de gravação de TV interativo, grava e reproduz conteúdos de televisão, armazenando-os em formato digital.

Q


QAM ("Quadrature Amplitude Modulation") - modulação de amplitude em quadratura, é utilizada em serviços de TV que precisam de uma taxa elevada de transferência de informação.
QoS (“Quality of Service”) - Designação utilizada para um conjunto de parâmetros que caracterizam o desempenho, por exemplo, de um circuito, de uma rede ou de um serviço.

R


RDIS (ISDN) - Conjunto de infraestruturas de telecomunicações que possibilitam a oferta de ligações digitais entre pontos terminais para suporte de uma gama variada de serviços, tais como telefone e vídeo conferência.
Repetidor - Dispositivo utilizado para refortalecer o nível de um sinal a ser transmitido, que sofreu atenuação devido à distância já percorrida.
Reset – Reposição de configurações iniciais de um equipamento.
RF (Rádio Frequência) - Sinal analógico, por impulsos elétricos.
Router - Equipamento responsável pelo encaminhamento dos pacotes de informação da sua origem ao seu destino, numa rede de troca por pacotes.

S


SCART (“Syndicat des Constructeurs d'Appareils Radiorécepteurs et Téléviseurs”) - Conector de 21 pinos para ligar equipamento áudio e vídeo a aparelhos de televisão.
SD (“Standard Definition”) - Definição padrão, mais antiga e ultrapassada, embora ainda utilizada em muitas transmissões de emissoras de TV.
Smartphone – Equipamento que combina recursos de computadores pessoais (PC) e funcionalidades avançadas que podem ser estendidas por aplicações executadas pelo seu sistema operativo.
SMS (“Short Messaging Service”) - Serviço de mensagens curtas e, geralmente, só contém texto.
SMTP (“Simple Mail Transport Protocol”) - Protocolo utilizado entre os programas que transferem correio eletrónico de um computador para outro.
SNR ("Signal-to-noise Ratio") - compara o nível de sinal desejado com o nível de ruído de fundo. Habitualmente é definido em decibéis.
Speedtest – Testes que permitem medir a velocidade real do serviço de internet.
Streaming – Processo de receção de ficheiros multimédia (música, imagem, filme), através da internet, em que os dados são processados pelo computador que os recebe à medida que vão sendo enviados.

T


TCP (“Transmission Control Protocol”) - é um protocolo de nível da camada de transporte (camada 4) do Modelo OSI e é sobre o qual que se assentam a maioria das aplicações cibernéticas, como o SSH, FTP, HTTP — portanto, a World Wide Web
TCP/IP - Conjunto de protocolos da internet que definem como se processam as comunicações entre vários computadores.
TDT (Televisão Digital Terrestre) - Designação atribuída ao sistema de televisão digital difundida por via hertziana ou terrestre, baseado na norma DVB-T.
Televisão Analógica - Possui um sintonizador interno que permite receber as transmissões analógicas, mas não recebe transmissões digitais, necessitando, para isso, de um conversor digital.
Televisão Digital – Com um sintonizador interno que permite receber as transmissões digitais sem necessidade de um conversor digital. Também pode receber transmissões analógicas.

U


UHD (“Ultra High Definition”) - É uma nomenclatura alternativa para a resolução 4K. Portanto, dizer que uma TV é UHD ou Ultra HD é o mesmo que dizer que tem resolução 4K.
UMA - Uma nova experiência de TV personalizada e líder em inovação. A mais avançada e inteligente televisão da Europa.
UMTS (“Universal Mobile Telecommunications System”) - É uma tecnologia móvel de terceira geração (3G) que permite velocidades de transmissão de dados até 2 megabytes por segundo (Mbps).
Upload - Enviar dados (por exemplo, um ficheiro de texto ou um programa) do próprio computador para outro computador, geralmente da estação cliente para o servidor.
URL (“Uniform Resource Locator”) - Forma normalizada de indicar o endereço de qualquer recurso presente na internet. Por exemplo o URL da página principal da NOS é http://www.nos.pt.
USSD (“Unstructured Supplementary Service Data”) - É uma tecnologia interativa suportada por quase todos os telemóveis. Alguns exemplos do seu uso são o envio de recargas e a consulta de saldo. O código USSD é definido pelos caracteres * e # no início e no fim dos dígitos.

V


VOD (“Video on Demand”) - Nome do serviço que permite aos clientes NOS assistir a filmes na TV, ou no PC/tablet/smartphone através do aluguer no Videoclube.
VoIP (“Voice over Internet Protocol”) - Termo utilizado para serviço de telefone por IP (Internet Protocol, é a tecnologia que permite a realização de chamadas telefónicas na rede Internet.
VoLTE (Voice over LTE) - É a tecnologia que permite a realização de chamadas de voz e vídeo através da rede 4G. Permite a transmissão destas chamadas em alta definição (HD), utilizando um protocolo onde as chamadas são tratadas como dados.
VPN (“Virtual Private Network”) - Rede privada virtual usada por uma empresa ou grupo privado para efetuar ligações para comunicações de voz ou dados.

W


WAN (wide area network) - é uma rede que abrange uma grande área geográfica, normalmente um país ou continente.
WAP (“Wireless Application Protocol”) - É um serviço que permite aceder à Internet nos dos telemóveis. Através de um micro-browser é possível visualizar páginas no ecrã do telemóvel que estejam escritas numa linguagem denominada de WML.
Web App (“Web Application”) – programa de software integrado no seu navegador de internet (Chrome, Firefox ou Safari por exemplo), são sites que usam tecnologias de browsers modernos para funcionar como Apps.
WEP (“Wired Equivalent Privacy”) - Um padrão de encriptação de dados para redes wireless, que tem como objetivo um nível de segurança equivalente à das redes por cabo. Apesar de ser fácil de quebrar, é uma camada de proteção básica que deve estar sempre ativa.
Wi-Fi - É a tecnologia que permite a um pc, telemóvel tablet ou outro dispositivo aceder à internet sem precisar de uma ligação física. Na sua rede Wi-Fi, pode criar uma rede só para convidados (Wi-Fi Guest). Esta rede permite manter a segurança e aumentar o controlo sobre os acessos.
Wired - Ligação por cabo a um computador ou outro equipamento.
Wireless - Comunicações sem fios. Consiste na transferência de dados e informações sem a utilização de cabos.
WPA (“Wi-fi Protected Access”) – É a evolução do WEP. Um padrão de encriptação de dados para uma rede wireless. Permite uma melhoria de segurança na transmissão de informação.
WPS (Wi-Fi Protected Setup) - permite ligar novos dispositivos á rede Wi-Fi de forma prática e rápida.

Conseguimos ajudar? Gostavam de ver mais alguma definição na lista? Partilhem connosco as vossas opiniões e comentem com as vossas sugestões. 🙂

8 Comentários

Reputação 7
Crachá +4

Bem-vindo ao Fórum NOS @ABEL PIMENTEL:grinning:

O @Jose Rodrigues deu uma óptima ajuda. :sunglasses:

@ABEL PIMENTEL, caso tenha alguma questão, por favor, não hesite em partilhar connosco. 
Estamos aqui para ajudar. 
Muito obrigado 

Reputação 7
Crachá +5

COMO POSSO ENVIAR DOCUMENTOS PARA A AREA DE FATURAÇÃO?

Tem que enviar como anexos através da sua Área de Cliente em Contacte-nos.

COMO POSSO ENVIAR DOCUMENTOS PARA A AREA DE FATURAÇÃO?

Reputação 7
Crachá +6
Olá @Vaz e @AJ67,

Agradecemos o vosso contributo e acrescentámos mais algumas sugestões. Sempre que tenham novas sugestões, partilhem connosco. 😃
Reputação 7
Crachá +2
Olá, @Vaz e @AJ67. :)

Agradecemos as vossas sugestões e colaboração para o Glossário do Fórum NOS. Vamos avaliar os termos sugeridos a adicionar à lista. 😳
Reputação 6
Crachá +1
DECT
Default Gateway
DMZ
DNS Dinámico (Dynamic DNS / DynDNS)
DNS Server /Servidor DNS
DVB-S
Factory Reset / Restauro definições de fábrica
IP Público
MAC ADDRESS
POTS / Linha Telefónica (tradicional ou "analógica")
WAN
WIFI Guest /Rede Convidado /Wi-Fi Visitas
WPS
Reputação 7
Crachá +1
Falta

DVB-C
DVB-T
CATV
QAM
SNR
Reputação 6
Crachá +1
Obrigado @Carolina V. por aceitarem a minha sugestão
Fica uma ou duas sugestões para adicionarem
Extender
Fast Ethernet
fibra escura
Gigabit
IPTV
MIMO
Modem
Multiroom
MU-MIMO
OLT
ONT
PowerLine / PLC / CPL (francês)
PUR
PVR /DVR /nPVR
WebAPP
WIFI AC
WIFI N

Já agora sugiro pela utilidade que tem que seja realçado como outros tópicos e haja futura remissão para lá quando necessário

Comentário