Respondido

publicidade nas gravações


Reputação 3

Mas que raio estou a pagar um serviço e agora até nas gravações sou obrigada a assistir a publicidade????? Desde quando?????

Sem qualquer autorização??????

icon

Melhor resposta por Ana P. 2 September 2020, 17:00

Ver pergunta inicial

141 Comentários

Reputação 3

Com autorização de quêm??? Agora pagamos e as empresas mandam na nossa casa???? 

Reputação 3

Não @Ana P.  Em momento algum surgiu algo na TV para tal.. vocês podem achar pouco, mas calarmo nos agora é pedir que no futuro nos encham de publicidade sem termos decisão alguma, quando lá está não contratamos um serviço nessas condições. 

Reputação 7
Crachá +7

É incrivel como as pessoas passam horas a discutir o sexo dos anjos.

Em vez de discussões inuteis que nao levam a nada, o melhor será  fazer uma queixa a Anacom, através do livro de reclamações, e eles que analisem esta questao.

Tanto mais que sao eles os que têm autoridade para decidir sobre este assunto.

 

Reputação 2

Obviamente voltei a aceitar. Cada um é livre de aceitar,  de não aceitar. A intenção da Operadora é a de cumprir uma formalidade, não a de ludibriar, aldrabar, , prejudicar, vigarizar,  qualquer cliente. Mas, há sempre alguém que não se sabe porquê, lhe interessa lançar a confusão.

Meu caro, tenho-lhe a dizer que fiquei ofendido, porque uma das pessoas a lançar a confusão fui eu. Aceito que tenha uma opinião divergente da minha, aceito a sua defesa “com unhas e dentes” desta operadora. Não lhe aceito que minimize as opiniões divergentes. Se tem direito à sua, na defesa da operadora eu, e todos os outros que não concordam com a operadora, tenho direito à minha. Isto para não falar nas pessoas lá pelo meio.

O meu interesse em “lançar confusão” tem única e exclusivamente a ver com respeito pelos meus direitos enquanto consumidor.

Se a alteração fosse tão mínima como nos querem fazer parecer não se justificava uma alteração dos termos e condições e muito menos exigiria por parte do consumidor uma aceitação.

O que aconteceu tanto quanto me é dado saber é que as três operadoras celebraram com a empresa Accenture um acordo/contrato em que estas incluiriam nas gravações spots publicitários. As rendas destes spots seriam divididas entre a empresa referida, as operadoras e os canais.

Este acordo nada tem a ver com uma melhoria das condições da prestação de serviço e nada de novo traz ao cliente é tão somente uma nova fonte de receitas para a operadora.

O argumento de que a publicidade serve para pagar o serviço não pega. Se até agora não era necessária não me parece que agora passe a ser.

O que vai acontecer é mesmo aquilo que alguém já sugeriu. Agora são 30 segundos no inicio e, em breve, serão outros 30 segundos a meio. No final serão 30 segundos de 15 em 15 ou de 30 em 30 minutos. Tudo para termos acesso a um serviço que já pagamos. Sim, quando me propuseram o serviços disseram-me que tinha gravações, automáticas e não só, contempladas no contrato, nunca me disseram que era oferta logo está incluído na mensalidade.

Por outro lado alterar os termos do contrato e faze-lo via box não me parece que seja a forma mais legitima de actuar. Nem sempre é o titular a manipular a box e podem muito bem ser menores a quer ver um canal Disney, por exemplo e que aceitam tudo para aquilo lhes sair da frente.

Como o cavalheiro já deve saber a mim não me apanham mas vão apanhar pessoas como o senhor, com todo o respeito, é o vosso dinheiro que vai aparecer n o balanço da Nós como lucro. Eu estou apenas à espera do dia 17 de Maio.

Frisando o que me trouxe aqui, Sr. José Rodrigues respeito a sua defesa incondicional da operadora não lhe aceito que minimize as opiniões divergentes apontando-lhes motivações obscuras.

Resposta chapa 5 e sem teor legal.

Pagamos um serviço premium.

Não somos obrigados a levar com publicidade não solicitada. 

Aliás, é mesmo ilegal o que estão a fazer. 

Uma vergonha, querem lucrar com as mensalidades que já não são baratas, e por fim lucram com as empresas a pagar a publicidade.

Se quiséssemos ver publicidade, íamos ao you tubbe e mesmo esse se pagarmos, deixamos de a ter.

Reclamar serve de pouco ou nada, mas olhem que rescindir contratos com justa causa, deve de servir de alguma coisa. Depois vão a tribunal dizer que a justa causa não é valida, que a juíza ou juiz terá com toda a certeza o gosto de vós explicar a lei da publicidade não solicitada pelo cliente, bem como a constituição do país onde vivemos e por últimos os decretos de lei onde isso está aplicado

Reputação 2

Só para completar aquilo que deixei escrito atrás e não vou dizer mais que isto. Fiz uma pesquisa no Google por ”Accenture publicidade gravações”. 

Em todos os artigos que encontrei há algo que é comum, em todos os artigos diz “ os operadores reiteram que, pelo menos nesta primeira fase, os anúncios pretendem ser o menos intrusivos possível”.

Ou seja esta é apenas a primeira fase, o que prepararão eles para a segunda, terceira, quarta, etc…?

Sim!!! Lá estou eu a criar confusão… isso ou estou algo mais informado que outros… deixo ao critério de quem ler

Reputação 2

Já vi esse texto e a opção é publicidade geral ou particular, mas não se o cliente quer ou não publicidade.

Portanto a NOS impõe a publicidade que quer agora o que é uma condição que não está no contrato que fez comigo para instalação dos serviços.

E mais uma vez digo que não é permitido uma alteração contratual sem autorização das duas partes e sem essa autorização dupla o contrato que vigora é sempre o inicial.

Se a NOS quer alterar os contratos, faz novo tarifário para essa alteração e pergunta aos seus clientes qual o contrato e tarifário que querem, o que já têm ou o novo. Com esta publicidade da NOS podem baixar um pouco os tarifários e assim os clientes podem optar pelas novas condições e tarifário.

Reputação 3

1: vocês (nos) quando fizeram atualização das vozes para este novo serviço nas gravações com a inclusão de publicidade NÃO DÃO OPÇÃO DE REJEITAR as novas regras e direitos do utilizador NEM DÃO OPÇÃO DE REMOVERMOS  a tal publicidade de "curta duração"

2: é de direito de CADA UTILIZADOR  autorizar ou NÃO  que os nossos dados pessoais sejam usados pela (nos) para outros fins que não sejam jurídicos ou de facturação.

3: É DE DIREITO DO UTILIZADOR REJEITAR QUE OS SEUS DADOS PESSOAIS SEJAM TRATADOS POR FIRMAS SUBCONTRATADAS SEM O CONSENTIMENTO DO UTILIZADOR 

PONTIO 3 É REFERENCIAR UM CASO QUE ACONTECEU CO. O FACEBOOK E MEDIA ANALÍTICA, em que usaram a base de dados dos utilizadores para efeitos de propaganda e publicidade enganosa, por tal É DIREITO DO UTILIZADOR TER OPÇÃO DE ESCOLHA NA FORMA COMO OS SEUS DADOS SÃO TRATADOS…

4: O SERVIÇO GRATUITO DE GRAVAÇÃO NÃO DEVE INCLUIR PUBLICIDADE ALGUMA SEJA QUE DURAÇÃO FOR, POIS JÁ É INCLUÍDO NO PACOTE DE TV DA NOS, SERVIÇO ESSE MENSAL PAGO PELOS UTILIZADORES, E CUJO ESSE DIREITO ESTÁ A SER DETURPADO E ABUSADO POR PARTE DA ENTIDADE QUE QUE PRESTA O SERVIÇO COM PUBLICIDADE BASEADA NO QUE O UTILIZADOR VÊ, USANDO PARA TAL REFERENCIAS SEM A SUA AUTORIZAÇÃO PARA FINS PUBLICITÁRIOS E NÃO PARA PROTEÇÃO DE DADOS PARA FINS JURÍDICOS…

EU POR NORmA NUNCA TIVE RAZÃO DE QUEIXA MAS  vocês (nos) já começam a esticar na corda

Reputação 3

Não não foi com minha.... Realmente já vi eles dizerem que tem de se aceitar as condições mas a mim nunca apareceu nada disso.. e não tenho mais ninguém em casa que o tenha feito.... 

E isso não é maneira de contactar os clientes.... Ou se não aceitar fica impedido de ver as gravações quando o contrato inicial incluem as gravações, depois legalmente teria assinar algo que não aconteceu.... Por lei essa concordância não é valida..…

 

Reputação 5
Crachá +1

https://www.livroreclamacoes.pt/inicio

Reputação 7
Crachá +2

Operadoras de Telecomunicações, estações de TV, rádios, jornais, enfim um sem numero de empresas, alimentam-se não do que cobram pelos seus serviços, mas sim da publicidade, veja-se um jornal que se compra por €1 euro 50, 60 ou mais folhas de papel, como seria possível se não fossem os anúncios e a publicidade a suportar os custos ? É assim que funciona.

 

Cada um vê o que quer / gosta! Se eu não gostar de ver anúncios no YOUTUBE antes de conseguir ver o video (ou durante o video) não vejo!

A questão aqui é que a NOS e os outros operadores “converteram” uma funcionalidade de gravação, onde o cliente sempre foi livre de fazer FAST FORWARD e REWIND, numa funcionalidade onde o cliente passa a ser OBRIGADO a ver “pelo menos” UM anúncio para a poder usar (não obstante ter de ver todos os outros anúncios incluídos na programação gravada, ou claro está, passá-los à frente através do FAST FORWARD).

 

Já agora… se eu estiver a ver um programa em directo… e atrasar um pouco puxando atrás (passando para diferido) para depois poder passar a eventual publicidade à frente, também vou ser confrontado com um ANÚNCIO OBRIGATÓRIO?? Fiz-me entender?

 

É que tudo isto parece muito simples, mas ao ser aceite, dá o direito às operadoras de INSERIR ANÚNCIOS de X segundos em todas as emissões em DIFERIDO (e nem por isso “gravadas” através da funcionalidade de gravações automáticas), BLOQUEANDO a possibilidade de FORWARD e REWIND!!! Digamos que o cliente poderá ter de assistir a publicidade SEMPRE que entrar na zona de VISUALIZAÇÃO DIFERIDA!

Reputação 2

A publicidade imposta da NOS é totalmente ilegal se a NOS mantiver os preços que cobra pelos serviços fornecidos, preço que não contempla a publicidade imposta.

Só uma acção concertada junto da defesa do consumidor poderá acabar com esta ilegalidade, pois neste país as ilegalidades existem sem que os organismos estatais ou da justiça as impeçam. Estranho que existam vários organismos estatais de defesa do consumidor, da privacidade e dos direitos dos cidadãos e nenhum faça nada…!

Publicidade só é eficiente se alguem a vir e como já informei, até hoje nunca vi um anuncio imposto, pois tenho normalmente o volume desligado da box e quando aparece o logo “iniciar” acciono o menu explorar que esconde totalmente o anuncio e só deixa ver o canto superior esquerdo para controlar quando o anuncio acaba… se ninguem vê a publicidade os anunciantes são realmente muito estupidos em pagar pela mesma… OS ANUNCIANTES ODIADOS POR ESTA PUBLICIDADE já deviam ter percebido a péssima imagem que estão a dar de si mesmos...

Reputação 7
Crachá +5

Além do que já expressei sobre o abuso de posição dominante da NOS tenho a informar que já apresentei reclamação sobre a publicidade nas gravações, às seguintes entidades :

-Direcção-geral do consumidor,

-Livro de reclamações,

-DECO.

Tenho pouca fé na eficácia dos reguladores nacionais, e parece-me que a NOS também joga com isso, no entanto o ficar calado e quieto é engolir as desculpas e respostas infantis dos gestores que nos tratam como palermas passivos quanto às prepotências óbvias!

Bom dia, 

https://expresso.pt/economia/2020-08-13-Gravacoes-automaticas-de-Meo-Nos-e-Vodafone-vao-passar-a-ter-30-segundos-de-publicidade

Reputação 2

Só para completar aquilo que deixei escrito atrás e não vou dizer mais que isto. Fiz uma pesquisa no Google por ”Accenture publicidade gravações”. 

Em todos os artigos que encontrei há algo que é comum, em todos os artigos diz “ os operadores reiteram que, pelo menos nesta primeira fase, os anúncios pretendem ser o menos intrusivos possível”.

Ou seja esta é apenas a primeira fase, o que prepararão eles para a segunda, terceira, quarta, etc…?

...

Não aceitou os termos e condições em momento algum até então? 

Ficamos aguardar o seu feedback. 

 

Só tem a opção aceitar… ou isso ou nada… se não aceita-se não via tv.

Eu acho que é uma falta de respeito para com o utilizador haver anúncios nas gravações automáticas. Sejam aceites ou não, e provavelmente aceitamos essa treta sem que nos darmos conta porque praticamente nos impingem o contrato e nem nos avisam das condições em condições (passo o pleonasmo) mas se estamos a pagar um serviço porque é que temos de ver gravações??? Isso é aceite e, apesar moralmente duvidoso, é compreensível em serviços gratuitos como o Youtube por exemplo. Mas as gravações automáticas é parte de um pacote que está a ser pago pelo utilizador. Deviam ter vergonha na cara. E depos uma pessoa quer mandar uma mensagem para eles para reclamar, nem isso pode fazer porque não lugar nenhum para contacta-los. E reencaminham-nos para aqui onde obviamente ninguém tem respostas e nem ninguém responsável da parte deles aparece a “dar a cara” para assumir a bosta que fazem. E provavelmente se algum dia conseguirmos reclamar com quem de direito ainda vão dizer que aceitamos o serviço e agora estamos num período de fidelização e nem podemos denunciar o contrato com justa causa. Infelizmente isto é a vergonha de sociedade em que nos encontramos. São uns chulos da sociedade, gananciosos e desonestos.

Reputação 3

@milhazes Boa tarde, eu já havia aceitado as tais condições contratuais há uns tempos atrás. Depois surgiu lançada por alguém a controvérsia do aceito , não aceito, mas pode aceitar assim ou recusar assado, então,  ontem mesmo, eu fiz uma reposição na minha box dos parametros originais e curiosamente voltou a aparecer o mesmo  pedido. Então eu pude verificar que no final surgem 2 opções Aceito  ou não Aceito. Isto contraria o que foi escrito aqui no  Fórum onde diziam que poderia escolher aceitar isto e não aquilo. Aceita ou não Aceita. Obviamente voltei a aceitar. Cada um é livre de aceitar,  de não aceitar. A intenção da Operadora é a de cumprir uma formalidade, não a de ludibriar, aldrabar, , prejudicar, vigarizar,  qualquer cliente. Mas, há sempre alguém que não se sabe porquê, lhe interessa lançar a confusão.

Tem piada uma vez que aceitou teve acesso certo, agora e se tivesse recusado???

Reputação 7
Crachá +2

A PROVEDORIA nada faz no que toca a este assunto…

A justificação é que é uma “alteração comum a todos os operadores” (quase LEI que todos devem cumprir!!!)

Sobre o facto do cliente não poder usar sequer a BOX se recusar as alterações, também nada podem fazer.

MANTIVE a NÃO concordância com as alterações ao contrato, embora tenha aceitado o que me foi apresentado na BOX para poder usar um aparelho que de outra forma não iria conseguir usar.

RESUMINDO: esta situação só irá mudar se uma % grande de consumidores fizer uma reclamação formal através do LIVRO de RECLAMAÇÕES:

https://www.livroreclamacoes.pt/ 

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.outsystemsenterprise.incm.LREMobile&hl=pt_PT

Reputação 7
Crachá +2

No meu caso, está fora de questão assinar qualquer petição ou reclamação já que aceitei as condições de livre vontade e não me parece que haja motivo para tanta contestação. 

 

Se calhar porque até agora poucos canais aderiram à publicidade nas gravações! Se aderissem em massa, e com tempos de publicidade superiores (40, 50, 60 segundos!) talvez já pensasse de forma diferente!

A questão aqui é que se abre um PRECEDENTE que permite que tal aconteça!

Mas deixemos acontecer então!...

Reputação 3

No meu caso, está fora de questão assinar qualquer petição ou reclamação já que aceitei as condições de livre vontade e não me parece que haja motivo para tanta contestação. 

Espere então até que em vez de "só" ter uma publicidade de 30 segundos no início da visualização da gravação, passe a ter no início da gravação no meio da gravação e no fim da gravação e em vez dos tais "30 segundos" passar a ser 3 minutos…

Agora eu reclamei, e continuo a afirmar que viola  tanto os meus direitos como o contrato formal acordado tanto pela "nos" como por nós os consumidores…

Não esquecer que a "nos" subcontratou uma firma para "cuidar" dos dados de todos os utilizadores (consumidores), lembra-se da média analítica e o Facebook?

Sabe o que eles fizeram?

Pois eu digo-lhe, o Facebook vendeu os dados de pesquisa e interação dos seus utentes a uma firma inglesa chamada média analítica, que por sua vez usou esses dados recolhidos para utilizar em publicidades enganosas e desinformação, onde os utilizadores afetados foram "bombardeados" com essas tais publicidades e desinformações...

Reputação 3

1: vocês (nos) quando fizeram atualização das vozes para este novo serviço nas gravações com a inclusão de publicidade NÃO DÃO OPÇÃO DE REJEITAR as novas regras e direitos do utilizador NEM DÃO OPÇÃO DE REMOVERMOS  a tal publicidade de "curta duração"

2: é de direito de CADA UTILIZADOR  autorizar ou NÃO  que os nossos dados pessoais sejam usados pela (nos) para outros fins que não sejam jurídicos ou de facturação.

3: É DE DIREITO DO UTILIZADOR REJEITAR QUE OS SEUS DADOS PESSOAIS SEJAM TRATADOS POR FIRMAS SUBCONTRATADAS SEM O CONSENTIMENTO DO UTILIZADOR 

PONTIO 3 É REFERENCIAR UM CASO QUE ACONTECEU CO. O FACEBOOK E MEDIA ANALÍTICA, em que usaram a base de dados dos utilizadores para efeitos de propaganda e publicidade enganosa, por tal É DIREITO DO UTILIZADOR TER OPÇÃO DE ESCOLHA NA FORMA COMO OS SEUS DADOS SÃO TRATADOS…

4: O SERVIÇO GRATUITO DE GRAVAÇÃO NÃO DEVE INCLUIR PUBLICIDADE ALGUMA SEJA QUE DURAÇÃO FOR, POIS JÁ É INCLUÍDO NO PACOTE DE TV DA NOS, SERVIÇO ESSE MENSAL PAGO PELOS UTILIZADORES, E CUJO ESSE DIREITO ESTÁ A SER DETURPADO E ABUSADO POR PARTE DA ENTIDADE QUE QUE PRESTA O SERVIÇO COM PUBLICIDADE BASEADA NO QUE O UTILIZADOR VÊ, USANDO PARA TAL REFERENCIAS SEM A SUA AUTORIZAÇÃO PARA FINS PUBLICITÁRIOS E NÃO PARA PROTEÇÃO DE DADOS PARA FINS JURÍDICOS…

EU POR NORmA NUNCA TIVE RAZÃO DE QUEIXA MAS  vocês (nos) já começam a esticar na corda


Foi assim em todas as operadoras. E sim cada utilizador pode escolher entre genérica ou personalizada por isso aí está a aceitar que os seus dados pessoais ( mais hábitos do que dados) sejam tratados. Caso não queira tem a genérica.

Carissimo vai-me perdoar que discorde. Por mim, eu suspeito mesmo de conluio e farei a devida denuncia. Estamos a falar de uma posição comum subitamente tomada pelas 3 maiores operadoras que, na minha opinião lesam o consumidor. Digo isto porque estaremos a pagar pelo mesmo serviço duas vezes. A primeira, directamente na factura. O serviço é vendido em pacote. Nao como oferta mas como uma inclusao tal como a box que pagamos. Ao aceitar mos ver publicidade estamos a aceitar pagar novamente porque ela nao é gratuita para o anunciante. Aliás falta me ouvir os outros anunciantes porque os anuncios dos intervalos, pagos a peso de ouro aos canais desaparece. Dentro em breve vamos gramar com ambas as publicidades e nós, cordeiros, aceitamos. Pela parte que me toca ja dei o primeiro passo. Entreguei as boxes que tinha na Nós. Nao as quiseram aceitar ameaçaram me com a policia mas deixei as a mesma escrevendo no livro de reclamacoes que o tinha feito. O meu proximo fornecedor sera um que disponibilize os servicos sem box. Mas ate la cumpro o meu contrato. Depois disso Nós nunca mais

E não discordo do que diz aliás eu estou só a mer referir aqui á (nos) porque é a prestadora de serviços aqui em causa se fosse outro qualquer prestador de serviços a fazer isto a minha reclamação se fosse cliente deles seria a mesma.

 

Agora não acha engraçado que AGORA OS MODERADORES DO FORUM ESTEJAM TÃO CALADOS, quando tocamos no assunto do direito do consumidor, escondem-se nas sombras recolhendo dados…

 

 

 

 

Reputação 2

É totalmente ilegal a imposição unilateral de publicidade, sem o consentimento expresso e escrito do cliente da NOS. O contrato do serviço da NOS para televisão não menciona qualquer imposição de publicidade como tal não o podem agora fazer, pois é contra as condições contratuais.

Se querem impor publicidade no serviço de streaming têm que perguntar se o cliente o aceita ou não (dar opção ao cliente) e têm que fazer um desconto no valor do contrato de serviços de televisão/streaming.

É como o serviço da Netflix, que é pago para não ter publicidade, é por isso que pagamos as facturas á NOS, é para ter um serviço sem publicidade da parte da NOS.

Reputação 2

Portugal, a republica das bananas em que as empresas monopolistas fazem o que querem e apetecem, e nada nem ninguém lhes põe a mão. A Anacom é uma nulidade total que só serve para criar tachos para os amigaços. 

Isto da imposição da publicidade nas gravações é um completo abuso e uma falta de respeito total pelos clientes. 

Mas então agora os clientes pagam duas vezes? Sim, pagam o serviço (que nem sempre é o melhor) e ainda enchem (ainda mais) os bolsos à empresa que está a mamar com os anúncios publicitários.

De minha parte já seguiu queixa para as entidades (in)competentes. Já sei que não vai dar em nada mas se todos fizerem o mesmo, acho que a coisa era capaz de ser outra.

Boa tarde, acho claramente abusivo os anúncios antes das gravações e não gosto que me imponham publicidade num serviço para o qual pago. 

Vou obviamente queixar-me e, se não for corrigido, vou mudar de serviço e até deixar de usar os pacotes com televisão, cada vez mais desnecessários...

Reputação 7
Crachá +2

Fiz duas reclamações (uma no LIVRO de RECLAMAÇÕES ONLINE, a outra na PROVEDORIA NOS)

A NOS, por decisão unilateral, decidiu OBRIGAR os clientes a ACEITAR um acordo de utilização ABUSIVO, caso contrário NÃO lhes é possível utilizar de todo o EQUIPAMENTO FORNECIDO CONTRATUALMENTE para VER TELEVISÃO (a chamada "box").

Com isto quero dizer que, ou o cliente ACEITA os termos da NOS (com os quais EU e grande parte dos clientes NÃO CONCORDAM) ou é-lhes VEDADO o ACESSO COMPLETO a um equipamento contratado, que é essencial para a visualização dos CANAIS CONTRATADOS.

Aceitei o acordo TOTALMENTE CONTRARIADO para poder usar a BOX, mas não ACEITO as condições da NOS no que toca à PUBLICIDADE inserida nas GRAVAÇÕES AUTOMÁTICAS.

Exijo que a NOS permita o ACESSO À BOX mesmo que eu não esteja de acordo com as novas condições, que não deveriam afectar um serviço de TV que NADA tem a ver com as gravações automáticas!

NOTE-SE que SEM A BOX estou / estaria PRIVADO de um PACK ENORME DE CANAIS CONTRATUAIS, que não podem ser vistos sem este equipamento.

Comentário