Respondido

publicidade nas gravações


Reputação 3

Mas que raio estou a pagar um serviço e agora até nas gravações sou obrigada a assistir a publicidade????? Desde quando?????

Sem qualquer autorização??????

icon

Melhor resposta por Ana P. 2 September 2020, 17:00

Ver pergunta inicial

141 Comentários

Reputação 7
Crachá +6

Muito obrigado pelo alerta, @Diogo S.
Removi a citação. 

Reputação 7
Crachá +1

Olá @Mário P.,

Ainda existe uma palavra que necessita de asteriscos no comentário anterior ao seu. 

Reputação 7
Crachá +6

Boa tarde a todos, 
@FELAS, o comentário foi editado por conter linguagem inapropriada. Sugerimos que modere, cumprindo os termos e condições do Fórum NOS e as boas práticas. 

Muito obrigado

Reputação 2
Crachá

Quem escreve assim não é maneta.
As grandes empresas que recebem para prestar um serviço público essencial acham que devem receber além disso por publicidade, é o chamado pagas para ser enr…

Vergonha na p*ta da cara é o vos falta! Que abuso de “autoridade”. Pode ser que a nossa vontade seja nivelar as contas e rebentar com material vosso sempre que o encontrar pela calada. Seus m***!

Reputação 7
Crachá +6

@Alberto Caeiro 4
Como já esclarecido anteriormente, porque trata-se de um movimento do sector em que os principais Operadores, Accenture, canais e agências de publicidade aderentes se juntaram para uma iniciativa nova em Portugal para implementar um novo formato de publicidade, seguindo o que já é feito internacionalmente por grandes empresas.

Obrigado

Reputação 3

Boa tarde @ruimansilva
@Guimas deu a resposta correta. Os anúncios serão de curta duração, podendo parar os mesmos, sair da gravação ou colocá-los sem som. Esta adição de publicidade personalizada foi realizada numa atualização aos serviços e aos termos e condições do mesmo de forma a melhor servir o utilizador. 

Se tiver alguma questão adicional, por favor, fale connosco. 

Obrigado

Como é que adicionar publicidade pode melhor servir o utilizador? Melhor serve a operadora que já recebe do cliente e ainda quer receber dinheiro de publicidade.

Reputação 7
Crachá +6

Boa tarde @ruimansilva
O @Guimas deu a resposta correta. Os anúncios serão de curta duração, podendo parar os mesmos, sair da gravação ou colocá-los sem som. Esta adição de publicidade personalizada foi realizada numa atualização aos serviços e aos termos e condições do mesmo de forma a melhor servir o utilizador. 

Se tiver alguma questão adicional, por favor, fale connosco. 

Obrigado

Reputação 7
Crachá +2

Resumindo, concluindo e baralhando!!! Afinal de contas como é que se consegue vizualizar as gravações sem ter de assistir aqueles anúncios não solicitados, será que se tem devolver a box? Não haverá outra maneira? É que se torna bastante incómodo, quando se está a ver um jogo da NBA, e a gravação irá ser interrompida, e para reiniciar tem de levar com 30 segundos de treta de publicidade, apetece atirar a box de encontro a uma parede😡haverá alguma forma de contornar a situação sem ser de forma violenta

A visualização é obrigatoria.

Reputação 3

Resumindo, concluindo e baralhando!!! Afinal de contas como é que se consegue vizualizar as gravações sem ter de assistir aqueles anúncios não solicitados, será que se tem devolver a box? Não haverá outra maneira? É que se torna bastante incómodo, quando se está a ver um jogo da NBA, e a gravação irá ser interrompida, e para reiniciar tem de levar com 30 segundos de treta de publicidade, apetece atirar a box de encontro a uma parede😡haverá alguma forma de contornar a situação sem ser de forma violenta

Reputação 5
Crachá

Boa tarde, 

Trata-se de um movimento do sector em que os principais Operadores, Accenture, canais e agências de publicidade aderentes se juntaram para uma iniciativa nova em Portugal para implementar um novo formato de publicidade, seguindo o que já é feito internacionalmente por grandes empresas.

A inclusão da publicidade nas gravações não é, por si só, uma alteração às Condições de Serviço de Televisão da NOS. Os Termos e Condições são alterados sempre que se lançam ou se descontinuam serviço ou funcionalidades ou por imposição dos próprios fornecedores de conteúdos. Assim, confirmamos que conhece as regras de utilização do serviço TV.

Obrigado

Trata-se de mais uma forma de ganhar dinheiro à custas dos clientes que já pagam para ter serviço de TV. Eu gostaria de saber como se desactiva essa publicidade visto que publicidade não autorizada é SPAM o que é ilegal.

https://www.nos.pt/particulares/ajuda/equipamentos-servicos/televisao/uma/Pages/Gravacao/Automatica.aspx

Tudo isso muito bonito, mas nunca aceitei esses termos até porque quando o contrato foi feito não existia qualquer publicidade, e já tinha no contrato incluídas as ditas gravações, sem qualquer publicidade.
Qualquer alteração a isso teria que ser comunicado ao consumidor com 30 dias de antecedência e dar direito a cancelar o contrato sem custos. Nunca posso ser obrigado a ver publicidade sem o meu consentimento, como é o caso.

Reputação 7
Crachá +5

Boa tarde, 

Trata-se de um movimento do sector em que os principais Operadores, Accenture, canais e agências de publicidade aderentes se juntaram para uma iniciativa nova em Portugal para implementar um novo formato de publicidade, seguindo o que já é feito internacionalmente por grandes empresas.

A inclusão da publicidade nas gravações não é, por si só, uma alteração às Condições de Serviço de Televisão da NOS. Os Termos e Condições são alterados sempre que se lançam ou se descontinuam serviço ou funcionalidades ou por imposição dos próprios fornecedores de conteúdos. Assim, confirmamos que conhece as regras de utilização do serviço TV.

Obrigado

Trata-se de mais uma forma de ganhar dinheiro à custas dos clientes que já pagam para ter serviço de TV. Eu gostaria de saber como se desactiva essa publicidade visto que publicidade não autorizada é SPAM o que é ilegal.

https://www.nos.pt/particulares/ajuda/equipamentos-servicos/televisao/uma/Pages/Gravacao/Automatica.aspx

Reputação 5
Crachá

Boa tarde, 

Trata-se de um movimento do sector em que os principais Operadores, Accenture, canais e agências de publicidade aderentes se juntaram para uma iniciativa nova em Portugal para implementar um novo formato de publicidade, seguindo o que já é feito internacionalmente por grandes empresas.

A inclusão da publicidade nas gravações não é, por si só, uma alteração às Condições de Serviço de Televisão da NOS. Os Termos e Condições são alterados sempre que se lançam ou se descontinuam serviço ou funcionalidades ou por imposição dos próprios fornecedores de conteúdos. Assim, confirmamos que conhece as regras de utilização do serviço TV.

Obrigado

Trata-se de mais uma forma de ganhar dinheiro à custas dos clientes que já pagam para ter serviço de TV. Eu gostaria de saber como se desactiva essa publicidade visto que publicidade não autorizada é SPAM o que é ilegal.

Caro Senhor Gestor de Comunidade Mário P.. Agradeço a sua resposta. Porém, trata-se exatamente daquilo que eu não desejaria receber, visto ser um copy/paste de outras respostas padrão, as quais não parecem pretender dar uma resolução séria à reclamação em questão.

O facto do lobbying entre outros operadores, consultoras, agências publicitárias, etc., etc., etc., apontar na concretização de ações de exibição de conteúdos indesejados para a maximização de proveitos, não parece ser particularmente relevante para o incauto Cliente pagante, alvo dessas práticas. Pelo menos, para os que conhecem esses meandros, de onde saem uns “estudos/medidas” adequados aos interesses de apenas alguns  .

Já referi que admito este tipo de publicidade em visualizações de plataformas não pagas (e.g. Youtube, plataforma que, mesmo assim, tenta minimizar os danos e que quando é paga, o Cliente - aí passa a ser Cliente -, já não tem de as gramar).

Serão receitas interessantes, decerto, para essas associações que refere. Mas… E se os Clientes começarem a abandonar as operadoras standard? Sabem que há alternativas televisivas pagas às NOSes, VOdas, Meos e outras similares? Potencialmente, começavam a perder essas receitas de publicidade. Seria?

Abandonando questões de retórica e voltando às questões práticas, questiono: Porque não colocam uma flag que permita aos Clientes que não queiram ver esta publicidade injetada poder rejeitá-la?

Ou, ao contrário, um apontador para que aqueles que a desejam ver poderem informar querer tê-la ? Pelo que constato, até parece existirem algumas pessoas que não vêm mal nenhum e isso pode ser um excelente sinal para a operadora.

Concedam ao Cliente o direito (perfeitamente legítimo) de escolher. É fácil (os vossos informáticos ou até os da Accenture fazem-vos isso com toda a facilidade) e assim ninguém terá razões para se aborrecer. Trata-se de uma questão de concessão de livre arbítrio àqueles que contribuem para sustentar a economia.

Excelente resto de dia.

Nota: Face ao teor da mensagem que recebi, já seguiu a reclamação para a ANACOM, via Livro de Reclamações.

 

Reputação 7
Crachá +6

Boa tarde, 

Trata-se de um movimento do sector em que os principais Operadores, Accenture, canais e agências de publicidade aderentes se juntaram para uma iniciativa nova em Portugal para implementar um novo formato de publicidade, seguindo o que já é feito internacionalmente por grandes empresas.

A inclusão da publicidade nas gravações não é, por si só, uma alteração às Condições de Serviço de Televisão da NOS. Os Termos e Condições são alterados sempre que se lançam ou se descontinuam serviço ou funcionalidades ou por imposição dos próprios fornecedores de conteúdos. Assim, confirmamos que conhece as regras de utilização do serviço TV.

Obrigado

Reputação 7
Crachá +5

Nem mais! Querem impingir mais publicidade nessas gravações, então baixem a mensalidade a pagar na TV!

O problema não é baixar a mensalidade, o problema é não aumentarem a mensalidade. 

Se não obtiverem receita para satisfazer os encargos, lá vem mais um aumento no Pacote. 

Nem mais! Querem impingir mais publicidade nessas gravações, então baixem a mensalidade a pagar na TV!

Caros Senhores: Na sequência das exposições/reclamações que aqui se encontram a ser efetuadas por muitos Clientes que pagam (e bem) por um serviço e são “agredidos” com publicidade indesejada injetada pela operadora, extrínseca à normal lógica publicitária dos canais, tenho de expor aqui a minha reclamação (em tudo similar a muitas outras), pois não consigo encontrar qualquer outro local dentro do site ou área de Cliente da NOS para a expor. Apenas encontrei uma ligação à Provedoria de serviços da NOS, para onde enviei a questão, mas responderam-me que teria de a colocar aqui ou falar com um operador.

Antes, devo salientar que o faria da mesma forma, qualquer fosse a operadora que me estivesse a entregar algo que não pretendo e em que não me dão quaisquer “ferramentas” sw para rejeitar.

Segue a transcrição do que enviei à provedoria NOS. Mais informo de que, no caso de não resolução desta inconformidade ou de respostas “tipo” como aquelas que vejo em muitos post acima, irei seguir com esta temática para outras Entidades adequadas a intervir para que os Clientes deixem de sofrer este tipo de abusos.

Caros Senhores.

Não é a primeira vez que vos endereço uma reclamação relativa a esta mesma temática. Porém, a vossa Companhia parece querer estar a fazer “tábua rasa” do assunto, pelo que, passados uns tempos de acalmia, volta a atacar com a mesma tipologia de “praga publicitária”.

Explicito um pouco melhor a que me refiro. Aqueles anúncios de 20 ou 30 segundos que colocam no início (e agora até já nas continuações de visualização) dos programas que o Cliente não conseguiu ver na hora de transmissão.

Já tive a oportunidade de vos comunicar a minha recusa em “ser bombardeado” com anúncios extra aos dos canais (responsabilidade direta da operadora) naquilo que a NOS classifica como sendo ”gravações” e onde impinge ainda mais publicidade, fora do contexto dos próprios canais neste domínio.

Revela-se uma abominável experiência para o Cliente que não a deseja, não tem qualquer possibilidade de evitar esse desconforto e está a pagar bastante por algo que não lhe deveria implicar este tipo de incómodos.

Vejamos: Trata-se de um serviço de visualização de programação em tempo diferido (até sete dias atrás, se não estou em erro), disponível em vários canais. E é PAGO pelo Cliente, encapsulado no âmbito do contrato de serviços de transmissão televisiva celebrado entre o Cliente e a Operadora.

O abuso é tal que mesmo o Cliente que paga uma importância extra por canais premium não consegue escapar à “praga”, por cada vez que não conseguiu ver o programa na hora de transmissão normal. O Cliente tem o “bónus” de levar com publicidade injetada, totalmente indesejada. Nada pode fazer para evitar os 20 ou 30 segundos de sofrimento.

Sem uma pura certeza ainda, estas práticas não se afiguram ser totalmente legais, visto que:

  • Não há qualquer possibilidade de negar uma “injeção” não pretendida;
  • Nos “termos e condições” o tema é abordado de forma superficial e o Cliente pagante não tem qualquer possibilidade de, interactivamente, poder recusar logo este abuso. É obrigado a aceitar ou não tem serviço.

Se bem que algumas plataformas de streaming, como seja o Youtube, tenham a prática de injetar publicidade não pretendida, existem pelo menos três diferenças muito significativas:

  • Em regime de conta paga o Cliente/utilizador não é sujeito a publicidade obrigatória;
  • Em visualização normal (sem conta específica de utilizador) há lugar a estas práticas, mas saliente-se que o utilizador não efetua qualquer pagamento;
  • O software de transmissão permite saltar uma parte significativa dos anúncios, opção que é facultada ao utilizador.

Apesar de não gostar, não estou a protestar, claro, contra os infindáveis intervalos publicitários (muitas vezes superiores a 10 minutos) que os diversos canais colocam entre ou durante programas. Essa publicidade é uma responsabilidade desses canais e os Clientes sabem disso. No entanto existem sempre hipóteses de não terem de ver aquilo. Enquanto dura, muda-se o canal, vê-se algo no entretanto, e depois retoma-se o programa quando o timing for adequado.

No caso concreto, contra o qual reclamo, trata-se de outra coisa completamente diferente. Não consigo evitar de levar com aquela “praga” pois o início (e agora até já a continuação) obrigam-me a tal, sem hipóteses de selecionar uma forma de não ver o/os anúncio/os. Considero-me enganado e defraudado quanto à experiência televisiva na NOS, que contratei e pela qual pago. E não me venham dizer que isso é comum às várias operadoras, pois assim já vamos subir a outro patamar ao da “concertação da concorrência” e isso, como deverão saber, está devidamente legislado.

Peço, assim, que corrijam imediatamente a situação para que possa ser dada uma melhor imagem da operadora e me evitem ter de me dirigir a ou outros forum ou entidades que possam solucionar este abuso da operadora.”

Reputação 7
Crachá +6

Bom dia @Kaiser111
Compreendemos o que nos indica e lamentamos os transtorno. 

No entanto, a publicidade nas gravações trata-se de um movimento do sector em que os principais Operadores, Accenture, canais e agências de publicidade aderentes se juntaram para uma iniciativa nova, em Portugal, para implementar um novo formato de publicidade, seguindo o que já é feito internacionalmente por grandes empresas.

A inclusão da publicidade nas Gravações não é, por isso, uma alteração ao Contrato ou às Condições de Serviço de Televisão da NOS, sendo as funcionalidades gratuitas, sim,  um benefício que a NOS, sempre que possível, proporcionar aos clientes com serviço de televisão, mas que a NOS não garante, nem poderia garantir, uma vez que nem todos os canais o permitem, nem todas as TV boxes o permitem, estando estabelecido nas Condições de Serviço de Televisão da NOS.

Se tiver alguma questão adicional, fale connosco. Estamos aqui para ajudar. 

Muito obrigado

Caro João H.

Vamos por partes:

  • Discordo por completo do seu 1º parágrafo. Clarifico: A NOS oferece um serviço pago de gravação de 1000 horas o qual faz parte do meu pacote. Por conseguinte a NOS tem que garantir qu esse serviço que pago adicionalmente seja fornecido em conformidade e essa conformidade é desviada a partir do momento em que nos restarts ou gravações aparecem anúncios de publicidade sem a concordância legal e acordado para tal.
  • Discordo novamente e por completo do seu 2º parágrafo. Quem coloca a publicidade e recebe dinheiro por isso para os clientes verem é a NOS, não são os clientes.
  • 3º parágrafo, então se é um movimento concertado o qual da minha parte sou totalmente alheio e a NOS aparentemente diz que não controla, no mínimo a NOS deveria reduzir o valor dos pacotes de TV oferecido aos clientes tendo em conta que recebe essa renda extra para além da mensalidade paga pelos clientes.

Por último, dada a posição da NOS, mais informo que irei remeter reclamação ao Provedor.

Att

Ricardo Boto

Reputação 7
Crachá +3

Boa tarde,

Lamentamos o descontentamento @Kaiser111 e @JFS.

As gravações de programas – à semelhança da Restart TV (voltar ao início de um programa) e de outras funcionalidades – são um benefício que a NOS, sempre que é possível, proporciona aos clientes com serviço de televisão, mas que a NOS não garante, nem poderia garantir, uma vez que nem todos os canais o permitem, nem todas as TV boxes o permitem. Isso está referido de forma clara na Condições de Serviço de Televisão da NOS.

Da mesma forma, o formato da disponibilização das gravações, designadamente a não existência de publicidade, também não é garantida pela NOS nas suas Condições, o que deve compreender-se, atendendo a que está em causa uma funcionalidade associada à disponibilização de um conteúdo de terceiros, os canais TV.

Trata-se de um movimento do sector em que os principais Operadores, Accenture, canais e agências de publicidade aderentes se juntaram para uma iniciativa nova em Portugal para implementar um novo formato de publicidade, seguindo o que já é feito internacionalmente por grandes empresas.

Por favor, falem connosco se surgirem outras questões. Estamos sempre disponíveis para ajudar.

Obrigado 

Vou denunciar a situação á Provedoria do Telespectador. Não é o movimento em si, é o princípio.  

Reputação 2

É assim mesmo, Kaiser 111, Injecções e Vacinas já basta as do Covide e outras que tivemos que tomar quando eramos pequenos e algumas durante a nossa existência, pois já basta ter de mudar de canal nos regulares, sempre e quando começa a pu… da publicidade.

Bom dia,

Gostaria de saber porque razão tenho que levar com anúncios antes das gravações tendo em conta que já pago um serviço de cabo com tudo e mais alguma coisa e com isso já ter que levar com publicidade dos próprios canais.

Independentemente de ter aceite o que quer que seja de termos e condições, essa aceitação é afinal uma obrigação dado se não aceitar a box fica bloqueada. Dado estarmos em presença de uma subscrição leonina, venho exigir que esses anúncios antes das gravações sejam eliminados. Caso contrário irei para outros meios.

Obrigado,

Reputação 7
Crachá +2

Vai mudar de operadora e o canal ser igual? E ter exatamente a mesma propaganda? 😵

Comentário