Pergunta

Renovação contratual Indevida


Minha mãe, de 77 anos recebeu, no dia  18 de Maio de 2020, uma chamada do departamento comercial e fizeram-lhe uma proposta, a qual seria enviada por email e teria que ser respondida.

 

O e-mail não foi respondido, e embora tenha sido confirmada a aceitação, foi-lhe informado que teria 14 dias para reverter o pedido de renovação - que implica fidelização por mais 24 meses. Não lhe foi oferecido qualquer melhoria de serviço, ou seja, seriam mantidos os serviços mínimos com equipamentos obsoletos.

 

Ao tomar conhecimento da situação (sou filho da titular da conta) entrei em contacto com o mesmo departamento, no dia 21 do mesmo mês, por forma reverter o pedido e que a confirmação dada ao telefone não teria mais efeito, voltando assim a um contrato não fidelizado.

 

Fui também informado que durante os primeiros 24 meses (período de fidelização) foi ativado um pacote de canal infantil que, embora 12 meses tenham sido gratuitos, outros 12 meses foram cobrados. Foi solicitado então a sua desativação, visto nunca ter sido utilizado - ou seja, durante 1 ano andaram a cobrar um canal infantil a uma senhora de idade, sem conhecimento por parte dela.

 

Face o exposto, recebi uma nova proposta, e por necessitar estar mais informado sobre ofertas de outras operadoras e não ter sido totalmente do meu agrado, ficou combinado que seria novamente contactado no dia 25 (Maio / 2020). Tal não aconteceu, porém, embora não tenhamos sido contactados, surge na área de cliente um novo “Comprovativo de Venda” - que não foi solicitado.

 

Que fique registado que até hoje, dia 26 de Maio de 2020, NÃO pretendemos voltar a fidelizar o serviço e NÃO foi aceite qualquer nova oferta. Caso tal seja decidido, que existam comunicações (sejam gravadas ou por e-mail) que comprovem a autenticidade.

 

Esta atitude é uma vergonha e demonstra total falta de escrúpulos.

 

 


4 Comentários

Reputação 7
Crachá +6

Bem-vindo ao Fórum NOS, @DPR.

Para o conseguirmos ajudar, pedimos que nos envie uma mensagem privada com o seu número de Cliente NOS.

 @Tiago C. , a mensagem privada foi enviada. Obrigado.

Tem piada (ou nenhuma).. O tal pacote mini play, ou seja como for o nome, já não mostra a informação que foi desactivado. Parece que andam a brincar com isto. Se a situação não ficar esclarecida e resolvida até o final do expediente, iremos a una loja da NOS exigir um comprovativo e aproveitar para fazer queixa no Livro de Reclamações.

 

Que fique registado:

 

Após algumas trocas de informação com o colaborador  @Tiago C. , determinou-se que:

 

“ Vemos que neste momento a situação já foi corrigida e o tarifário reposto.”

 

Ou seja, ao assumir que a situação foi “corrigida”, implica ter havido um erro, no entanto, não foi esclarecida a causa.

 

Também fui informado que:

 

“ O comprovativo de venda irá manter-se, uma vez que mesmo durante pouco tempo, foi um tarifário que esteve ativo.
Contudo, se for consultar o mais recente, confirma que está de acordo com as condições que tinha anteriormente. “

 

A informação é falsa. Não existiu, mesmo que por “pouco tempo”, qualquer venda. Também não se verificou qualquer alteração na área do cliente.

 

A situação implica a deslocação desnecessária de uma pessoa de idade, no denominado “grupo de risco” face a epidemia do Covid-19, a uma loja física por forma obter comprovativos da situação.

 

Pelos motivos descritos acima, será numa primeira fase registada queixa em Livro de Reclamação. Por trata-se de uma suposta venda sem permissão ou qualquer registo que sustente a afirmação, tal poderá caracterizar-se por burla ou outro crime que implique a falsificação do contrato, que será então comunicada aos órgãos competentes.

Comentário