Destaque

5G - Verdadeiro e Falso sobre o 5G

  • 11 February 2022
  • 1 comentário
  • 73 visualizações

Reputação 7
Crachá +2

O 5G na NOS já chegou, uma nova era de rede móvel em Portugal! :signal_strength::blush:

 

Pensar na importância da 5ª geração de rede móvel nas nossas vidas é uma tarefa cada vez mais fácil. Com o 5G, responder às necessidades de comunicação de um mundo hiperligado. No entanto, verdadeiras questões se levantam, assim como os receios que as acompanham.

Neste tópico partilhamos consigo cinco mitos e falsidades que podem surgir no seu dia-a-dia, em relação à rede 5G.

  • O 5G não é necessário? – Falso

O consumo de dados móveis tem crescido a um ritmo anual de 40%. O 5G vem dar resposta à necessidade de uma rede de telecomunicações que possa suportar cada vez mais ligações em simultâneo, e com maior eficiência. A quinta geração de comunicações móveis vai também redesenhar processos industriais, assumindo-se como o motor da transformação digital nos mais variados setores, desde a indústria à telemedicina e ao controlo de tráfego em tempo real, entre muitos outros exemplos.

 

  • O 5G vai eliminar o 4G? – Falso

O 5G não vai substituir o 4G, nem esses equipamentos vão deixar de funcionar com a chegada da quinta geração. O 5G é toda uma nova tecnologia de comunicações móveis, em paralelo com as redes 4G existentes, os utilizadores vão poder experimentar velocidades muito superiores às atuais, em qualquer lado e sem falhas, sendo necessário um equipamento 5G para isso.

 

  • O 5G causa problemas ecológicos e energéticos? – Falso

O 5G é apontado como uma tecnologia de grande consumo energético e com uma pegada ecológica elevada. É precisamente o contrário. Na verdade, é a primeira tecnologia móvel a integrar normas de eficiência energética desde a sua conceção. As antenas 5G funcionam em standby, transmitindo dados apenas quando necessário, e conseguem um consumo por GB transportando, 50% inferior às antenas 4G. Em 2025, com o uso do 5G massificado, terão um consumo 10 vezes inferior por GB transportado, ao mesmo tempo que transmitem 10 vezes mais tráfego e interligam mais utilizadores.

 

  • O 5G está na origem da pandemia Covid-19? – Falso

A associação do 5G à pandemia de Covid-19 é uma teoria da conspiração sem qualquer fundamentação científica. Com uma grande disseminação online, esta corrente afirma que o novo coronavírus pode ser transmitido através de onda rádio 5G. Os vírus não se deslocam através de ondas de rádio ou redes móveis, sendo antes transmitidos de pessoa para pessoa. Entidades como a Organização Mundial de Saúde e a Comissão Europeia já alertaram para a fraude desta teoria.

 

  • O 5G é perigoso para a saúde? – Falso

Os receios em geral acerca da exposição às ondas rádio 5G são infundados. Face aos conhecimentos científicos atuais sobre o 3G ou o 4G, não existem dados que permitam concluir que a exposição a campos eletromagnéticos (abaixo dos limites internacionais estabelecidos para radiações não-ionizantes), tenham qualquer impacto na saúde humana. Todas as frequências de rádio utilizadas nas telecomunicações, incluindo o 5G, são radiações não-ionizantes. Em Portugal, a ANACOM, o regulador das telecomunicações, assegura o cumprimento dos limites de emissão das radiações pelos operadores.

 

Quer saber mais sobre o 5G? Preparamos informação sobre os equipamentos 5G e as principais características e conceitos da rede móvel 5G.

Consulte também as perguntas mais frequentes e saiba tudo sobre o 5G.

 

Descubra de que forma o 5G na NOS poderá mudar a Educação, a Saúde, o seu Trabalho, Entretenimento e as Cidades onde vive.

 

Juntos, vamos fazer o Futuro! :globe_with_meridians:

 


1 Comentário

Reputação 7
Crachá +6

Bom dia a todos, 

Neste tópico partilhamos consigo cinco mitos e falsidades que podem surgir no seu dia-a-dia, em relação à rede 5G.

Saiba tudo sobre a rede 5G da NOS em: 

Obrigado

Comentário